Domingo, 12 de Novembro de 2006

Aprendamos

 

Depois de algum tempo aprendes a diferença, subtil diferença,

entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem

sempre significa segurança.

E começas a aprender que beijos não são contratos, e presentes

não são promessas. (...)

E não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-te de vez em quando e precisas de perdoá-la por isso.

E aprendes que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobres que se leva anos para se construir confianças e apenas

segundos para destrui-la, e que podes fazer coisas num instante, das

quais te arrependerás pelo resto da vida.

Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a

longas distâncias.

E o que importa não é o que tens na vida.(...)

Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida, são

tiradas de ti muito depressa; por isso, sempre devemos deixar as

pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vemos.

Aprendes que  paciência requer muita prática.(...)

Aprendes que quando estás com raiva tens o direitode estar com

raiva, mas isso não dá o direito de seres crúel.

Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém.

Algumas vezes, tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo.

Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, tú serás em

algum momento, condenado.

Aprendes que não importa em quantos pedaços teu coração foi.

partido, o mundo não pára para que o consertes.

E, finalmente,

Aprendes que o tempo, não é algo que possa voltar a trás.

Portanto, planta teu jardim e decora tua alma, ao invés de esperar

que alguém lhe traga flores.

E percebes que realmente podes suportar.. que realmente és forte,

e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode

mais.

E que realmente a vida tem valor, e que tu tens valor diante da vida!

E só nos faz perder o bem que poderíamos conquistar, o medo de tentar!

Shakespeare

 

sinto-me: o terminar do fim de semana
publicado por cantinho-lip às 20:21

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Novembro de 2006

Primeiro momento...

Primeiro momento...

-Quantas vezes fechamos as portas de nossos corações por medo?

-Quantas vezes dizemos Não ás mudanças?

-Quantas vezes fechamos os olhos para não ver a realidade?

-Quantas vezes nos calamos com medo de dizer o que precisava ser dito naquele momento tão especial?

-Quantas vezes bloqueamos nossos sentimentos com medo de amar?

-Quantas vezes deixamos de ser quem somos somente para agradar alguém que jamais o entenderá?

-Quantas vezes...quantas vezes mais poderá um ser humano continuar nesta estrada,cujo caminho ele nem mesmo sabe onde dará?

Segundo momento...

-Quantas vezes agradeci a Deus as oportunidades que tive?

-Quantas vezes mais agradecer?

-Quantas vezes mais é preciso?

-Quantas vezes mais desejo agradecer?

Terceiro momento...

-Ás vezes sentimos, pórem não coseguimos expressar...

-Ás vezes choramos mas não conseguimos demonstrar...

Nossos sentimentos..,

-O passado proporcionou tantas maravilhas, que muitas vezes desejamos têlos novamente.

Felizmente, cada momento tem seu próprio tempo e, graças a Deus, não se repetem,pois a vida fica muito mais bonita e alegre quando os momentos passados foram originais e sinceros.

-O presente nos proporciona grandes, médios e pequeninos momentos;

porém, a quem competirá medir estes momentos será você mesmo, e deles aproveitar o máximo.

Cabe a você classifica-los, admira-los ou apaga-los.

-O futuro...estes são os momentos que mais vivem em nossas mentes e corações.

As ansiedades pelo próximo dia, a perspectiva pelas novas metas realizadas, o beijo desejado, o sonho realizado.

Momentos da vida...

-Dos momentos passados, agradecemos as oportunidades, guardamos a felicidade em nossos corações.

Para as tristezas fazemos uma prece, aos sonhos realizados fechamos os olhos e recordamos com alegrias cada segundo.

Enfim, dos momentos que se passaram tentamos a cada momento guarda-los e todas as vezes que recordamos

Tentaremos olhar com novas visões para o nosso próprio crescimento,pois são dos momentos que se passaram que tiramos conclusões do que faremos amanhã.

-Do momento presente, a vida pede apenas para vivê-los naquele instante, e jamais tentar transferi-los ou senti-los no passado, muito menos sofrer ansiosamente por momentos que virão.

E lembre-se:

"Viva o momento presente, por que o ontem já passou e o amanhã talvez não venha...

"Por isso viva cada momento intensamente, como se fosse o último dia da sua vida...

Autoria desconhecida

 

sinto-me: Descontraido
publicado por cantinho-lip às 21:21

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Novembro de 2006

Chorar...

Chorar é dizer em lágrimas

o que o coração sente...

 

e que a boca, por um orgulho

ou outro, se recusa dizer.

Autor desconhecido

publicado por cantinho-lip às 23:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Amor simplesmente!!

. Uma pequena quadra

. ...

. Navegando nas Emoções

. Madonna-4 Minutes

. O tempo

. Amigo

. Timbaland ft. One Republi...

. As mais lindas mensagens

.arquivos

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Janeiro 2010

. Março 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.Links amigos

 

Blogs

De Amigos


codebase="http://download.macromedia.com/pub/shockwave/cabs/flash/swflash.cab#version=7,0,19,0" width="150" height="150">
visitas